jizz tube carlos alba de martinez.
freeporn.com
Cidades

Lafem/Uesc começa atuar no diagnóstico da Covid-19 neste fim de semana

O reitor Alessandro Fernandes de Santana ressalta que a Uesc tem a sua abrangência de atuação desde o recôncavo ao extremo sul da Bahia

O pleno funcionamento do Laboratório de Farmacogenômica e Epidemiologia Molecular, da Universidade Estadual de Santa Cruz (Lafem/Uesc), no diagnostico de SARS-CoV-2/COVID-19, deve ocorrer a partir deste final de semana. O laboratório da Uesc vai atuar em parceria com o Laboratório Central Gonçalo Moniz (Lacen-BA) e as amostras biológicas para realização do diagnóstico serão encaminhadas mediante acordo entre as diretorias do Lacen e do Núcleo Regional de Saúde Sul, vinculado à Vigilância Sanitária do Estado.

O reitor Alessandro Fernandes de Santana ressalta que a Uesc tem a sua abrangência de atuação desde o recôncavo  ao extremo sul da Bahia, estando em Ilhéus, inserida portanto, na região onde se concentram os principais focos da Covid-19 no Estado, depois de Salvador. Consciente da sua responsabilidade de contribuir com solução para os problemas da sociedade, um grupo de servidores da Instituição se propôs a auxiliar o governo do Estado no diagnóstico do SARS-CoV-2.

Para tanto, o Laboratório de Farmacogenômica e Epidemiologia Molecular (Lafem/Uesc) foi adequado para atender a Nota Técnica n0 02 de 02/04/2020 do Lacen-BA para habilitação de laboratórios para o diagnóstico de SARS-CoV-2/COVID-19, a qual exige a classificação de Nível de Biossegurança 2 (NB-2).

Várias ações foram realizadas, dentre as quais, adequação da estrutura física, realização de novo dimensionamento dos espaços para adequação do fluxo de trabalho, confecção de manuais de Procedimentos Operacionais Padrão (POPs) e Programa de Gerenciamento de Resíduos Sólidos de Saúde PGRSS).

Além disso, foi procedida inspeção da Vigilância Sanitária para obtenção de Alvará Sanitário, inscrição junto ao Governo Federal para obtenção do Cadastro Nacional de Estabelecimentos de Saúde (CNES), regularização da responsabilidade técnica junto ao Conselho Regional de Farmácia e mobilização de equipamentos de outros laboratórios, por meio da colaboração de diversos docentes da instituição.

“É importante ressaltar que, nessa fase, contamos com o valoroso apoio financeiro da Uesc e  do Instituto Arapyaú para garantir a operacionalização do laboratório com a manutenção e calibração de equipamentos e aquisição de Equipamentos de Proteção Individual e outros insumos”, destaca o reitor.

Atualmente, o Lafem/Uesc conta com todos os equipamentos necessários para realização da técnica de RT-PCR, considerada teste padrão ouro para o diagnóstico do novo coronavírus. Um Extrator de RNA, foi adquirido pela Universidade, com recurso da Finep, com previsão de chegar ao Campus até esse fim de semana. Inicialmente, a capacidade do laboratório será de 40 amostras/dia e, com a implantação do extrator de RNA, poderá chegar a 200 amostras/dia, em pleno funcionamento.

A equipe, formada por servidores/pesquisadores da UESC com experiência em Biologia Molecular, sendo eles os professores: Ana Paula Melo Mariano, Bianca Mendes Maciel, George Rego Albuquerque, Sandra Rocha Gadelha e Wilson Barros Luiz e a gerente de Laboratórios Mylene de Melo Silva.

Compartilhe essa notícia

Parceiros

tattooed tgirl blown in twosome.indian xxx