jizz tube carlos alba de martinez.
freeporn.com
Política

Negociação para a ampliação da frota nas ruas avança em Reunião Pública da Câmara

Uma nova reunião está marcada para acontecer no dia 12 de abril, desta feita, no auditório Gilberto Fialho.

As empresas concessionárias do transporte público de Ilhéus se comprometeram a voltar a circular com 70 por cento da frota quando houver condições de alinhar as planilhas de viagem e a construção, por parte do Poder Executivo, de uma tabela-horário que permita, de forma planejada, a circulação dos veículos, conforme cenário de cada demanda das linhas oferecidas.

Apesar deste aceno, o diálogo com a Câmara Municipal vai continuar no sentido de debater a crise no setor e que medidas poderão ser adotadas pelo Poder Executivo para evitar um colapso no sistema. A promessa foi feita hoje (29) pelo representante da Associação das Empresas de Transporte de Ilhéus (Atranspi), Tassizo Carleto, durante Reunião Pública realizada pelo Poder Legislativo para debater a crise no setor.

Encaminhamento

Esta foi a terceira reunião promovida pela Comissão Permanente de Transporte, Trânsito e Mobilidade, que tem na presidência o vereador Augusto Cardoso (PT), tentando encontrar uma solução para a crise no sistema público de transporte. Um relatório contendo a versão das empresas e uma análise independente de documentos feita por integrantes da sociedade organizada e da Câmara serão encaminhados ao Poder Executivo para estudos.

“O que queremos é encontrar uma solução para uma crise, onde a grande prejudicada tem sido a população”, esclarece Augustão, que considera a decisão de hoje um “indicativo, um aceno, para a melhoria gradativa do serviço”.

Queda no número de viagens

O vereador Ivo Evangelista (Republicanos), que também participou do encontro, voltou a defender a imediata reativação do Conselho Municipal de Transporte. “É esse conselho, que está desativado desde 2019, que deve existir para discutir a demanda da população”, destacou. Com base nas informações publicadas pela Atransp, a especialista Peola Stein, da UFSB, fez um estudo que aponta que neste período de pandemia houve uma redução de 58 por cento no número de viagens das empresas. O diretor da Atransp alega que esse número se registra pelo fato de muitas vezes os cobradores e motoristas esquecerem de abrir e fechar os circuitos cumpridos, o que seria uma outra atribuição do Poder Executivo.

Uma nova reunião está marcada para acontecer no dia 12 de abril, desta feita, no auditório Gilberto Fialho. Na oportunidade, serão convocadas representações do Poder Executivo, para definir atribuições de cada segmento e buscar colocar em prática este acordo estabelecido entre o Comitê de Crise do Transporte Público e as empresas concessionárias do sistema. Ainda participaram da reunião de hoje, o presidente da Atil, Átila Eiras, e o servidor Valério Bonfim, presidente do Sindicato dos Agentes de Trânsito, Controladores de Tráfego, Agentes de Transporte, Auxiliares, Pessoal de Apoio, Fiscais e Agentes de Zona Azul, do Serviço Público e Terceirizados (Sindatran).

Compartilhe essa notícia

Parceiros

tattooed tgirl blown in twosome.indian xxx