jizz tube carlos alba de martinez.
freeporn.com
Polícia

Policia Federal continua investigando empresários por manter nove venezuelanos como escravos em Itabuna

Pelo menos nove venezuelanos estavam em condições semelhantes à de escravo.

A Polícia Federal está investigando para chegar mais pessoas responsáveis por manter pelo menos nove venezuelanos em condições semelhantes à de escravo.

Na semana passada a PF prendeu em Itabuna, sul da Bahia, dois homens: um brasileiro e um polonês, suspeitos de manter pelo menos nove venezuelanos em condições semelhantes à de escravo.

A ação foi realizada em conjunto com a Gerência Regional do Trabalho e Emprego de Ilhéus, a partir de informações prestadas à Polícia Federal por um dos venezuelanos que conseguiu fugir e procurou a ajuda.

Conforme apurado, os venezuelanos eram atraídos para o Brasil através de anúncios de emprego na internet, com promessas de salários de até 400 dólares para trabalhar na manutenção de brinquedos de um parque de diversões.

Além disso, no local aonde funcionavam tanto a oficina quanto o alojamento foram constatadas as condições degradantes às quais os trabalhadores eram submetidos. Todos os estrangeiros resgatados foram conduzidos à Polícia Federal, aonde, além de prestarem depoimento em relação aos fatos, formalizarão seus pedidos de refúgio, nos termos da legislação de imigração.

Os presos responderão pelos crimes de redução a condição análoga à de escravo e de tráfico de pessoas, previstos nos artigos 149 e 149-A do Código Penal, respectivamente, cujas penas, somadas, podem chegar a 16 anos de reclusão.

Compartilhe essa notícia

Parceiros

tattooed tgirl blown in twosome.indian xxx