jizz tube carlos alba de martinez.
freeporn.com
Política

Vereadora e sindicalista da educação anuncia que prefeito fará, nas próximas horas, correções em decreto de retorno às aulas presenciais

Professora Enilda criticou o que considera uma pressa para o retorno presencial justamente no momento em que há luz no fim do túnel e que é possível vencer a pandemia.

A vereadora e sindicalista Enilda Mendonça (PT) anunciou há pouco no plenário da Câmara que, nas próximas horas, o prefeito de Ilhéus deverá publicar uma retificação no decreto municipal que autoriza o retorno das aulas presenciais em Ilhéus. Pelo fato de pertencer ao Sistema Municipal de Educação, que normatiza o funcionamento da rede, já estava em vigor em Ilhéus um acordo feito entre o sindicato dos trabalhadores em educação e a secretaria municipal de Educação, de que só ocorreria o retorno às aulas presenciais quando todos os trabalhadores estivessem vacinados. “Pelo fato disto ainda não ter ocorrido, o prefeito irá modificar o decreto, cumprindo o acordo anteriormente estabelecido”, assegurou.

Enilda, que também é diretora da APPI, criticou o que considera uma pressa para o retorno presencial justamente no momento em que há luz no fim do túnel e que é possível vencer a pandemia. “Caso a gente retorne, podemos estar jogando fora todo o trabalho feito até aqui. Não dá para aceitar isso”. Disse também que estão apresentados no decreto municipal, apenas procedimentos de segurança da porta das escolas para dentro. “Temos, por exemplo, 40 mil alunos nas redes municipal, estadual e privada. É preciso se pensar também nas consequências antes da entrada da escola, como, por exemplo, o transporte público que está funcionando parcialmente e precisa ser restabelecido para atender novamente a grande demanda”.

Enilda chegou a sugerir no plenário da Câmara que a Secretaria Municipal de Saúde priorize a vacinação dos trabalhadores que ainda não foram imunizados, com a marca da vacina que a Anvisa adota o procedimento de dose única, “para adiantar o retorno da categoria”. A decisão de só retornar após a conclusão do processo de vacinação é a mesma para a rede estadual. “O nome deste meu posicionamento é coerência. Sou do Partido dos Trabalhadores, o partido do governador. E sou sindicalista. A defesa que faço no âmbito municipal é a mesma no estadual. Só retornaremos às salas de aula para atividades presenciais após toda a categoria estar devidamente vacinada”, assegurou.

Compartilhe essa notícia

Parceiros

tattooed tgirl blown in twosome.indian xxx